O que eu aprendi com frango frito

A fritura é uma das grandes angústias da humanidade. Como algo que é tão bom pode fazer mal? Até legumes fritos ficam gostosos. Por isso, eu, Luiza e um grupo de amigos decidimos tentar fazer frango a passarinho em casa num sábado à noite. O quão difícil poderia ser?

Embalos de sábado à noite
John Travolta ficaria orgulhoso de nossos embalos de sábado à noite. Talvez não.

Acabou que pode ser muito difícil. Aqui estão todos os erros que cometemos, para que você aprenda com eles:

19h30

Somos tão inexperientes que passamos mais de uma hora no mercado para comprar os ingredientes e bebidas. Saímos de lá com dois sacos de 1kg de frango a passarinho, batatas (que você ainda vai ver aqui no blog) e material para fazer vários molhos. Saia de casa com uma lista.

21h

Não prestamos atenção ao fato que o o frango estava congelado. Depois de abrir o saco, tivemos que deixar de molho em água por uma hora para conseguir temperar. Confira se o frango está congelado apertando – se estiver duro, vai precisar passar um bom tempo descongelando. Como somos minimalistas (e esquecemos de comprar temperos), usamos sal e pimenta do reino. Até que nessa parte acertamos.

22h

Hora de colocar o óleo para ferver! O que parece bem mais empolgante em teoria do que na prática. A única maneira que tínhamos de saber se ele já estava quente o suficiente era colocando pedaços de frango e vendo se borbulhava. Aqueça o óleo enquanto tempera o frango, para ele já ir esquentando. Mas tem que ficar com um olho na panela!

23h

Conseguimos acertar a temperatura, mas até então eu tinha que ficar comendo o frango assim que saía da panela para ver se ele estava cozido – um dos benefícios de ser quem comanda o fogão. Preste atenção em quanto tempo as primeiras levas precisaram ficar na panela, para ter um padrão.

00h

Eu ouvi “aleluia”? Tudo estava pronto para colocar na mesa. É claro que, depois de comer vários pedacinhos, eu não aguentava mais. depois de três horas na cozinha quente, já tínhamos bebido tudo que tinha. O pessoal estava com sono, além de fome. Quando for cozinhar um prato mirabolante, comece três horas antes do horário.

No que acertamos: forramos o fogão com papel alumínio. No fim da fritura, foi só tirar e ele estava limpinho. Também colocamos o frango em cima de papel-toalha (ou papel-gordura) logo que ele saía da frigideira, então ele perdeu o excesso de gordura. Pode anotar que deu certo!

2016-04-08 frango frito 2
Estava feio, mas muito gostoso… Modéstia à parte.

Depois de uma maratona, sentamos para comer e preciso reconhecer: ficou uma delícia. Mas sinceramente, não é algo que eu recomende como programa. Deu muito trabalho e demorou demais. Se você tiver uma daquelas panelas elétricas que “frita” as coisas sem trabalho, vale a pena… Senão, recomendo recorrer aos bons e velhos nuggets no forno.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s